"Quero ser negra, com minha alma negra"

Meu povo é lindo mesmo, não é?
Perceba como nós temos um enorme coração: apesar de termos sofrido tudo o que sofremos, da forma que sofremos e tão explicitamente, fazemos, ao invés de gueras, poesia para descarregar todo nosso sentimento de forma linda e poética, onde nossas maiores armas são os sentimentos, as palvras, e os mais simples de todos, um lápis e um papel!
Escrevo aqui uma poesia de Maria Isabel Nascimento Leme proclamando sua negrura. O poema foi retirado de um livro de Abdias do Nascimento (salve, abdias!) intitulado "O Quilombismo, excelente, por sinal.
Segue, abaixo, um dos meus preferidos:

Quero ser negra, com minha alma negra

"Sou negra como a noite
Ou um olhar sem visão
Trago ainda no açoite
Bem viva recordação.
Fui uma mísera escrava
A tudo ignorante
A mim sempre importava
Lutar e seguir adiante.

Tentaram me tirar a essência
Mas ela é imaterial
Acusaram tudo de indolência
E me transformaram e animal.

Mas um trunfo tenho em mãos
Ninguém poderá me roubar
Podem tentar, será em vão
Ele é invisível ao olhar.

É algo que sempre trouxe comigo
Desde a mais tenra idade
E este algo sei que vou levar, amigo
Comigo para a eternidade.

É a minha alma negra
Tão negra assim como eu
Tal e qual minha cor tão negra
Que bom Oxalá me deu.

Quando um negro é bondoso
Dizem que é preto de "alma branca"
Ml sabendo o ditoso
Que é mais um golpe de retranca.

Se para alma existe cor
Quero-a negra como eu
Para que conserve o sabor
De quem com ela viveu."

4 comentários para maricota:

*betina moraes* disse...

escreveu e escreve tão bem que minhas releituras serão constantes, até eu absorver o tanto da sua natureza que em mim faça nascer asas.

se me ensinar, tenho sorte!
um beijo de afeto.

*betina moraes* disse...

tem a emoção forte na figura de zumbi. sabe o que mais me procupa? não é o proconceito racial (negros, brancos, amarelos, azuis...) é o descaso com a pobreza. esse é o foco! a injustiça social, esse é o foco! a falta total de condição de estudo para crianças multicoloridas! esse é o foco! discutir sofrimento. as pessoas pobres em nosso país já nascem sofrendo,isso é que deve ser mudado. a pobreza em todo o seu aspecto de falta de saúde, educação, cultura, comida, felicidade! zumbi foi um grande homem. gostaria que ele lutasse ainda hoje, por todos os que não tem voz!

********************************

o perfume no livro é fácil: guardo uma coleção de incensos na estante, que é fechada! então, o perfume das mil e uma noites fica lá, esperando um alvo olfativo!

vou procurar saber a respeito do livro que vc está lendo. é sempre bom variar de poesia (imaginal e real)e não adianta, para você que vai ser uma grande Historiadora, não ter lido tudo e muito mais!

tem um livro para indicar, se vc me permitir. depois te falo. vou ver se arrumo antes para poder dividir contigo.

um beijo de afeto. obrigada pelo carinho maricota!

Frida Maurine disse...

Minha querida,adorei sua visita ao meu blog.
Venha sempre.
Um beijo cheio de saudades com som de ciranda ao fundo.
Estou por aqui...sempre.

beijoss

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu

 
© Template Scrap Gerbera|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti