falta cor...

hoje o dia está claro demais
os pensamentos escuros
os quais me contemplam
não aparecem  para a visita.
o café esfriou;
o biscoito murchou;
e o cigarro apagou.

a esperança de uma luta
que começa e termina
diariamente
não é mais a mesma neste dia

o que hoje na verdade me fez sorrir
foi o meu amor.
ele não veio numa carruagem dourada
veio à pé. de vicente de carvalho a penha. à pé.
veio sobre um par de havaiannas amarelas, à pé.
me dizer o 'eu te amo' de todo dia, à pé.
eu disse à pé.
e o que seria dessas 
mãos que lhe escrevem agora
se não fosse esse carinho, 
esse afago e esse chamego?

hoje, não estou para a política,
embora ela venha até a mim
a todo instante...
hoje vi inércia e solidão.

não posso dizer o que não sei, 
isso é bem verdade.
mas o que eu sei,
sei cheia de vaidade.
e dessas verdades, cheias de si,
a única da que tenho certeza
é que ele me ama!

ao amor,

leppekinte...




















4 comentários para maricota:

Leppe Kinte disse...

Quando o amor encontra a beleza é eternamente puro leal e verdadeiro.

betina moraes disse...

"Quando o amor encontra a beleza é eternamente puro leal e verdadeiro."

não tem nada mais bonito para eu dizer aqui, melhor é fazer eco com o mister kinte!


lindo verso, linda nova cara do blog, lindo que você esteja amando de verdade.

um beijo com todo o carinho e saudade...

ManinhaChica disse...

O coração pula, ele salta, ele feliz quando sente do mais profundo dele que encontrou a alma perfeita encontrada...aquela que deu encaixe, que ferveu e transbordou, que vai durar o tempo que durar.
O amor é fiel, só importando desse momento em diante a intensidade.
Ai, mana...
Pra quê tantas divagações se você já o sente...

Anônimo disse...

acho que me apaixonei pelos seus poemas. fui procurar mais numa segunda pagina e nao encontrei :(

 
© Template Scrap Gerbera|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti