do início


Odd Nerdrum - Dying



olhos negros

faro aguçado
seios fartos
lábios à tua espera
mãos próximas ao início
à espera, o início
à espera do início
cola tua pele
em minha alma
e deixe que ela perpetue
tua marca em meu rosto
para que, quando tu fores,
eu jamais esqueça do lânguido
aroma de tua carne
sobreposta à minha pele.

2 comentários para maricota:

º°Manaxica°º disse...

Quando vocês foram pro país que "tem banheiro" eu aprendi a ousar (especificamente no carnaval, durante as aprensentações do coral e tal)
assim que li sua poesia, eu vi tudo que tinha aprendido lá.
O quanto é bonito ousar.
"Coragem quando é verdadeira é calma e serena, faz valer a pena viver!"

Lindo, mana!!

betina moraes disse...

"mãos próximas ao início
à espera, o início
à espera do início"

excelente!

maricota acrescida de poesia visceral...

ainda bem que arrumou tempo para postar!

excelente!

um beijo farto!

 
© Template Scrap Gerbera|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti